Só mais um site WordPress.com

>Campeonato mundial de robots – RoboCup 2009

>O Campeonato mundial de robots – RoboCup 2009 ocorre este ano em Graz (Áustria). Ligação para o sítio oficial. Iniciou-se ontem e decorre até dia 5 deste mês.

Com um dia de atraso, pelo qual me penitencio, aqui deixo a sugestão.

Vale a pena seguir as reportagens de Porfírio Silva no Machina Speculatrix e ler os seus artigos introdutórios ao evento. Cito de lá:

O RoboCup é o Campeonato do Mundo de Futebol para Robots. Trata-se de uma iniciativa internacional que visa fomentar a investigação e a educação na área da Inteligência Artificial e da Robótica. Em cada ano realizam-se competições e um simpósio científico para analisar a evolução desta área de investigação.

Do Ciência Hoje, numa reportagem de Porfírio Silva, retirei os seguintes excertos:

Manuela Veloso, Presidente da Federação Internacional do RoboCup, resume para o «Ciência Hoje» as características e a ambição deste movimento: “Esta é uma iniciativa internacional baseada em competições de robôs, com o objectivo de promover investigação e educação nas áreas de robótica, engenharia e ciência de computadores”.

As competições são para alunos universitários e o RoboCup Júnior é para alunos do ensino básico e secundário. As modalidades incluem futebol de robôs, robôs para apoio a operações de busca e salvamento e robôs de serviço para aplicações sociais e domésticas. O RoboCup começou no princípio dos anos 90 com 100 participantes de dez países. Este ano tem mais de 2000 participantes de 40 países.

Segundo Manuela Veloso, o RoboCup é a principal linha de investimento na tentativa de ganhar a aposta enunciada pelos investigadores japoneses Minoru Asada e Hiroaki Kitano em 1999: “Até meados do século XXI uma equipa de robôs humanóides autónomos baterá a equipa humana campeã do mundo de futebol, segundo os regulamentos oficiais da FIFA”.

Algumas das equipas portuguesas que conseguiram qualificar-se para o RoboCup Júnior também sublinharam ao «Ciência Hoje» os diferentes objectivos educativos satisfeitos por esta participação. Membros das equipas de várias Escolas Profissionais (Cenatex, Braga, Felgueiras, Gustave Eiffel) e da Associação Portuguesa de Crianças Sobredotadas (Guarda) sublinham como esta aventura permite melhorar a qualidade da educação tecnológica, tomar contacto com o que melhor se faz nesta área em todo o mundo, motivar os alunos e incentivar a sua capacidade para combinar o melhor do espírito de competição e da capacidade de cooperação.

Contudo, entre os portugueses, as maiores responsabilidades vão para a Universidade de Aveiro. É que, como assume António Neves, professor que lidera os humanos responsáveis pelos robôs CAMBADA, cabem-lhes as dores do titular: a actual campeã do mundo vai a Graz tentar renovar o título.A concorrer na Liga de Robôs Médios, onde se concentram os esforços de algumas das mais importantes participações de instituições do ensino superior, a CAMBADA venceu a edição de 2008 em Suzhou, China, devendo agora enfrentar outras 13 equipas provenientes da Holanda, Japão, Alemanha, China, Itália, Áustria e Portugal.

Para quando o dia em que um robot será contratado pelo Real de Madrid para fazer companhia ao Cristiano Ronaldo? Haverá “olheiros” presentes?

Por terem estudado e trabalhado muito, todos os cientistas, engenheiros e investigadores no evento podem divertir-se (seriamente e ficando a aprender ainda mais) com estes espantosos robots.

Para mais informações consulte o blogue Atomo e Meio, produtor deste trabalho, e o site oficial do robotcup 2009.

João Miguel Correia

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s